Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Até quando suportaremos essa manipulação descabida?

por Keila, a Loba, em 15.01.07
Há alguns dias não acesso a caixa de e-mails, não consigo publicar nada novo no blog, sequer tenho tido tempo para conversar com os amigos - por sinal, conversar e saber como “estamos” me faz grande falta. O motivo dessa solidão aparente é mesmo a falta de tempo, também a falta de estímulo, pois o meu irmão, Átila, está internado com sérias complicações cardíacas por conta de um assalto ocorrido em dezembro do ano passado.


Por conta da correria do dia-a-dia, também dos compromissos com a saúde e com a família, terei poucos dias para relaxar, já que devo entrar de férias ainda esta semana e, se Deus permitir, tentarei relaxar ao menos uma semana para repor as energias e retornar inteira para viver o 2007. Mas antes de me despedir, não poderia deixar de trocar idéias sobre violência e crise de percepção, algo que me perturba bastante, além de criar e alimentar uma teia de admiradores sem saber, exatamente, o que vêem e o que isso nos causa.


Acompanho nos jornais as pessoas, seus institutos e outras organizações que trabalham em fervorosas campanhas pela paz, mas ao ligar a televisão para assistir, seja lá o que for, veremos a violência e a grave crise de percepção e sentido que estamos alimentando e vivendo. Um diminuto exemplo disso é a série 24 horas. Imagine 24 horas sob forte tensão, estresse e adrenalina nas alturas e muita violência para lidar com terroristas, estupradores, pedófilos, políticos inescrupulosos e gente da pior espécie possível! O ator principal encena um super-homem, diga-se de passagem, pois ele tem coragem e ousadia para desarticular quadrilhas inteiras em benefício de seu país e em benefício do mundo na série, uma “mimo da mídia” que estampa sem palavras e muitas cenas a baixa-estima desse homem que se mostra tão necessitado de sentir-se sobre-humano e corajoso frente a si mesmo.


A grande verdade é que a televisão é criminosa quando exibe cenas e falas violentas porque ela reproduz as já costumeiras cenas do caos social em que vivemos, privilegia a barbárie de maneira contínua, e ainda consegue “dessensibilizar” o público receptor. Considero isso APOLOGIA AO CRIME, e governo algum ou dono de emissora é preso ou responde processo por isso. A mídia tem, inclusive, o poder de transformar cenas bárbaras em coisas tão comuns que acabamos por considerá-las normais, rotineiras; e essa super-excitação e super-exposição tem poder suficiente para evitar as reações de revolta e indignação públicas se a mídia desligasse, por algumas horas, as correntes da prisão em que vivemos como meros repetidores de padrões, como robôs e marionetes de notícias e costumes apodrecidos. Aprisionados nas notícias e imagens que a mídia escolhe para nos alimentar, estamos nos tornando cidadãos passivos demais, conformados demais, bestas e burros além dos limites aceitáveis.


Image Hosted by ImageShack.us


No final do ano passado, minutos antes do assalto que vitimou o meu irmão, eu estava arrumando a sacola com algumas coisas para assistir a queima de fogos da passagem do ano, quando o filho de uma amiga me chocou: “Tia, faz muito tempo que não passa um filme de terror que não nos faça rir o tempo inteiro!”. Após essa declaração, tão verdadeira quanto perigosa, a luz do 2007 acendeu com um grande clarão vermelho: estamos em perigo constante se não educarmos ou calarmos essa mídia maldita! Minutos depois, meu irmão foi assaltado e vitimado como milhões de pais, mães e filhos em todo o mundo. Eu já fui assaltada quatro vezes, e graças a Deus em nenhuma delas fui alvejada com revólver; mas até quando, pois se tantos já o foram, certamente isso será mais uma bobagem rotineira.


A violência e a passividade estão tão enraizados na nossa sociedade que bandido nem precisa sair de casa para aprender o que não presta: basta ligar a televisão! Perceberam como os políticos ensinam de graça a arte da dramaturgia e da mentira descarada? E não é mais fácil sair de casa, ou do carro, para ver um acidente horrível, ver gente morta e espedaçada, do que socorrer alguém que pede ajuda? E perceberam como os programas que exibem acidentes espetaculares são repetitivos na televisão, e mostram cenas que dizem que a vida é violenta mesmo, que arriscar-se é humano e “fashion”, que infratores e bandidos são pessoas inteligentes, que te fizeram mal porque você deu bobeira?


O fato é que a violência já nos tomou como reféns, mas o grande vilão somos nós, que fazemos da mídia um troféu no quarto dos nossos filhos menores para que fiquem isolados de nós e, de forma confortável, possam ver imagens manipuladas e podres.

*“A mídia normalmente usa o artifício da dissimulação, nos induz a acreditar que ela não exerce qualquer influência na realidade, apenas o faz quando convém. Utiliza-se da justificativa fácil de que apenas mostra a realidade, como se a realidade não fosse construção de valores e conceitos, ordenação de sentidos. Como se a mídia não fosse uma das principais formadoras do pensamento universal, do inconsciente coletivo”.

*Trecho do artigo de Walter Ego, o idiota da subjetividade.

Image Hosted by ImageShack.us

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:04


36 comentários

Sem imagem de perfil

De Ivan a 15.01.2007 às 19:57

Por isso meu texto de ano novo parece ter sido tão ácido. Envoltos por uma hipnose coletiva, essas festividades que só têm sentido consumista, e não con-fraternas, parecem ser o pêndulo que balançam diante de nossos olhos.
Sem imagem de perfil

De Debbie a 15.01.2007 às 20:32

Estou com saudades!
Tenha uma linda semana.
Bjkas
Debbie
Sem imagem de perfil

De DO a 15.01.2007 às 21:04

É uma pena,mas tenho que concordar com vc,LOBA. Por onde olhamos e escutamos é so isto que aparece. 2007 mal começou e sinto-me como que em pleno estado de alerta. Que ELE nos ajude!!
melhoras ao seu irmão e aproveite suas ferias. Descansar tbem faz parte.
Beijão!!
Sem imagem de perfil

De edna a 16.01.2007 às 00:57

Minha querida amiga, o assunto é sério e é preciso uma boa reflexão para que a gente consiga viver um pouco mais e salvar os nossos filhos e netos desta sistema cruel. Eu me recuso a ver qualquer programa feio e violento, alias, por mim jogaria a televisão fora.
Os jovens estão perdidos, e nos somos responsáveis.
Ontem tentei colocar um comentário e não consegui, espero que hoje consiga.
Fique em silêncio e escute a voz do seu Mestre.
Gosto imensamente desta BENÇÃO MEXICANA (será que já mandei para você?)

QUE O GRANDE ESPÍRITO MANDE A VOCÊ OS SEUS MELHORES PRESENTES.
QUE O PAI SOL E A MÃE LUA DERRAME SEUS RAIOS MAIS SUAVES SOBRE VOCÊ.
QUE OS QUATRO VENTOS DO CÉU SOPREM DELICADAMENTE EM VOCÊ.
E EM TODOS AQUELES COM QUEM VOCÊ DIVIDE O CORAÇÃO E O LAR."
Beijos, Edna
Sem imagem de perfil

De COPY a 16.01.2007 às 03:51

MINHA AMADA AMIGA, AGRADEÇA TUDO ISSO QUE TU VÊS, A NOSSA MÁFIA, TÃO BEM INSTALADA AO QUAL, TODOS NÓS CHAMAMOS TÃO AMISTOSAMENTE E ATE ACEITAMOS E CONCORDAMOS E QUE NA ÍTALIA DERAM O SANGUE DE ALGUNS PRA POR FIM A DITA CUJA.....QUEM SABE UM DIA O BRAÇO FORTE DA NOSSA MÁFIA TB NUM CAI, QUEM SABE UM DIA A GENTE NUM ACORDA E DÁ UM NÃO A ELA TB?! AH! ESQUECI DE DIZER O NOME DELA QUE É TÃO ENVOLVIDA COM TUDO SEJA ARMAS, DROGAS TUDO QUE NUM PRESTA NESSE PAÍS...PTB,PPP,PMDB,PSDB,PT, AH APARECE COM TANTO NOMES ESSES POLITICOS E SEUS BRAÇOS ARAMADOS PRO PODER......

COPY
Sem imagem de perfil

De Morena a 16.01.2007 às 11:43

OI,
Realmente vivemos num mundo violento e a tv mostra exatamente isso. Aquela novela "Vidas Opostas" é um horror, mostra os bandidos cantando e atirando e pior sem nenhuma repressália!!!
Melhoras para o seu irmão e descança tbm, pois vc não é de ferro!
Mil beijos
Sem imagem de perfil

De Cris Sueta a 16.01.2007 às 14:21

Olá amiga,
Sabe, eu não vejo e nem ouço noticiários... quando mudei de residência para Cajamar-SP achei que era hora de ter um pouco de "paz", ficar alienada sobre os acontecimentos da Capital. Bem! Em termos consegui, mas as más notícias chegam, não há escapatória. Depois de 2 dias fiquei sabendo da cratera e suas conseqüências no metrô. Por um lado, é boa a alienação e por outro dá uma sensação esquisita de que vc não está completamente viva, de não estar participando, de ser solidária... enfim! Não sei se estou agindo certo ou errado, minha consciência está em curto circuito.
Mudando de assunto, espero que seus dias de 2007 sejam melhores e que vc consiga superar todos os problemas, com muita paz e amor.
Beijinhos sempre da Cris.
Sem imagem de perfil

De deusa da lua a 16.01.2007 às 16:01

"O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." (FERNANDO PESSOA) beijos e boa semana
Sem imagem de perfil

De Angélica a 16.01.2007 às 16:34

Amiga querida..faço de tuas palavras as minhas..e assino embaixo..de tudo que vc diz neste post!!! bem..é isso ai..espero ke teu irmao..fike bem o mais rapido possivel..e ke vc nao perca a fé e a esperança..de um dia melhor..de uma vida melhor para todos os filhos de Deus. um beijo carinhoso em ti.
Sem imagem de perfil

De Marcia a 16.01.2007 às 20:25

Loba querida:
Espero q estejas bem...sinto sua falta!
Blessed be!
Marcia)O(

Comentar post


Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Há quem observa com atenção, senta, e se interessa em saber quem sou.


Blog Brasileiro, do Ceará para o Mundo


Adoro ouvir o barulho da chuva batendo no telhado, tomar banho de cachoeira, observar os pássaros, cuidar de animais, conversar com pessoas, aprender, rir à toa, ouvir música e viajar.
Transito livremente no mundo dos contos, da fantasia, da intuição, e às vezes dos exageros.
Gosto de pessoas com coração e olhos de poeta.
Pisciana, com ascendente em escorpião.
Mulher de Netuno, arquétipo água: mutável, humanista, idealista, sonhadora; aparentemente passiva, mas extremamente reacionária, autoritária, insegura e adaptável.
Mãe da Fernanda e da Camilla, casada com o Fernando.
Terapeuta ocupacional, estudante de psicologia.

Image Hosted by ImageShack.us

Uma eterna peregrinação...
Programa Reviver
Jaqueline Sales


CLIQUE PARA OUVIR


Quantos me visitam...









Uma cidadã lupina no mundo e do mundo



Guest-Book
Image Hosted by ImageShack.us
Livre D'or




Nada é permanente, a não ser a mudança


Uploaded with ImageShack.us
Nascer
Crescer
Aprender
Viver
Mudar
Sofrer
Amar
Morrer
Começar tudo de novo...
Até saber quem somos e a que viemos



A vida em imagens


.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•☆ Infinita e Impermanente como a vida, são as imagens.... ☆.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•




Obrigada pela sua visita!

☆≈≈≈Cinderela, mascote dos Uivos da Loba≈≈≈☆


Jaqueline Sales Sales

Criar seu atalho