Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"A TERRA É PEQUENA, MAS A GENTE QUE VIVE NELA PRECISA APRENDER A UIVAR".

por Keila, a Loba, em 24.05.07
Ganhei esse selinho da Cibele, http://kyaya.weblogger.terra.com.br/, e só hoje vim mostrá-lo aqui. Obrigada e desculpa, amiga.

Image Hosted by ImageShack.us


Ah, o povo brasileiro... Desconheço gente mais simpática, generosa e paciente! Mas tenho medo de que o protesto silencioso dos blogs, das famílias, dos trabalhadores e do povo de uma maneira em geral não seja traduzido em veemente "Chega de Sacanagem!" diante de toda a ladroagem política.

IMORALISTAS, UNI-VOS, ESCANCAREM A PODRIDÃO QUE É A POLÍTICA BRASILEIRA E MANDEM SOLTAR TODOS OS ENVOLVIDOS NO ESCÂNDALO DA OPERAÇÃO NAVALHA.


Image Hosted by ImageShack.us


Uivem por e com raiva, por desprezo aos políticos, com medo.... mas Uivem!

O post de hoje reverencia a doentia paciência brasileira.


"A TERRA É PEQUENA, MAS A GENTE QUE VIVE NELA PRECISA APRENDER A UIVAR".

Temos que começar a uivar, assim como nos incita Saramago em seu ultimo livro. Com certeza, esse uivo nada tem a ver com os lobos da política, mas precisamos agir e uivar como Lobos na defesa da nossa própria dignidade e bem estar.

Esse uivar equivale à consciência individual que falta a todos os políticos-poderosos de uma maneira geral. Chamemos-lhe consciência de si enquanto SER HUMANO, ou aquilo a que corresponde ao que se diz, "Meter a mão na consciência". Mas eles não têm consciência, por isso não podem pôr a mão nela, porque não lhes resta um só fragmento daquilo que tiveram um dia.

Uivar, pois, como os bons Lobos, que por serem bons são perseguidos por caçadores furtivos neste reino anti-humanista putrefato e decadente. Até quando conseguiremos nos safar? Quando todo o povo tiver aprendido a uivar!

É nesse sentido que é preciso uivar, para libertar o Instintivo e abrir as portas do ser Livre e Natural que fomos um dia. Uivar permitirá surgir das profundezas desse homem, já tão perdido de si e ameaçado por seus mais primitivos instintos de ser e poder, alguém que anseia pelo verdadeiro e bom Lobo - o que uiva às estrelas.

Além de premonitória, o apelo ao uivo é o retrato lúcido da nossa realidade nacional, e só os medíocres e imbecis rejeitam a sabedoria dos que tem coragem de admitir que estão roubando de nós a alegria de ser brasileiro. Estão levando o que de mais puro têm o povo: o direito de sonhar.


Image Hosted by ImageShack.us


É preciso repensar as leis, a política e os políticos, assim como todo o processo eleitoral e os eleitores antes que seja tarde demais. Assistimos na televisão a manipulação política dos meios de comunicação, vimos com os cabelos em pé e sem fôlego as manobras da república para se inocentar, mas será que o povo dará suas respostas nas urna? Máscaras? Palavras doces e promessas? Uivos de maus lobos nós os escutamos demais, até que os ouvidos foram se exaurindo e já não suportam esse lenga-lenga medíocre.

A verdade é que já não se trata de políticas nem de partidos, por isso o apelo ao "UIVO, ao invés do Silêncio". Já não se trata de revoluções nem convulsões sociais e ideológicas, mas de uma Revolução das Consciências ao nível individual, e isso é o que tem de extraordinário neste homem que segue a rota da sua lucidez sem se vender a ninguém, no panorama reducionista dos partidos e das ideologias decadentes e ultrapassadas, sejam da direita, sejam da esquerda.


Adaptação do texto de Almeida Garrett

*Alterações Textuais da Loba

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:18


40 comentários

Sem imagem de perfil

De Lys a 24.05.2007 às 10:08

Lobinha do meu coracao... adorei seu post. Gostei muito do texto e das alteracoes que fizeste. A foto das duas torres esta muito bem sacada e tambem a figura fazendo uma satira com o aumento de salario dos deputados. Isso eh muita falta de vergonha na cara... nquanto isso o povo brasileiro estava todo rezando para o papa. Sera que isso tem solucao minha cara ?

Concordo com voce... temos que uivar bem alto e com forca.

tenha um lindo final de semana,
beijos
Lys

Sem imagem de perfil

De plum a 24.05.2007 às 18:22

PAssei para deixar um abraço!
Nunca deixes de reivindicar os teus direitos!Abraçso!*
Sem imagem de perfil

De Instinto Mulher a 24.05.2007 às 19:42

Estou contigo e nao abro, Loba. Às vezes sinto-me tola porque parece que grito sozinha. Eles nao ouvem. Mas enfim..... Meus professores sempre dizem: "É isso que dá votar no pipoqueiro."

Beijinhos
Sem imagem de perfil

De Bruxinhachellot a 25.05.2007 às 12:54

Auuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Temos que uivar pra toda essa robalheira, toda essa sacanagem e podridão que é a nossa política. Adorei a primeira imagem. E o jogral com FDP também está demais.

Beijos de vinho e rosas.
Sem imagem de perfil

De Lobo a 25.05.2007 às 15:08

Hay gobierno? Soy contra! Mas prá isso cada um precisa criar consciência da sua parte, e do resultado que isso traz ao todo. Maravilhoso seria não precisar de governo, mas um sistema eficiente, mais humano, sem tanto ranço de corrupção e hipocrisia. chega de messias salvadores da pátria, chega de paternalismo que prende o povo a uma sub-vida, chega de corrupção...

Beijos, querida Loba! Aaaaaaaaaaauuuuuuuuuuuuu!!!!
Sem imagem de perfil

De ANTONIO a 25.05.2007 às 15:13

Eu também me junto a todos voçês...por cá está ficando igual...Auauauauauauauauauauau
um doce beijo
Sem imagem de perfil

De Girassol a 25.05.2007 às 23:26

O fundamental é que todos juntos gritemos e uivemos pelos nossos direitos. Jamais poderemos ser submissos perante as màs decisões dos outros, como se fossemos cordeirinhos que seguem em fila para o matadouro.
Foi graças à voz dos que não tiveram medo de projectar os seus uivos que, hoje em dia, vivemos num mundo (aparentemente) livre e democrático. Deixar que nos continuem a roubar, oprimir, subjugar, etc... é uma falta de respeito por nós, e por todos os que lutaram para mudar o estado de nossas nações.

Entendo os motivos que referiu no Girassol, mas sempre que a saudade bater, é um prazer ouvir os seus uivos. =)

Beijinhos enormes.
Sem imagem de perfil

De xistosa a 26.05.2007 às 00:25

A porca da vida da política é igual em quase todos os países.
O Brasil é igual a Portugal e vice-versa, mas nos outros não será o mesmo ?
NÃO MANDO UIVAR OS LOBOS ou LOBAS.
SÓ POSSO GRITAR:
ÁS ARMAS !!! ÁS ARMAS !!! ÁS ARMAS !!!

( a arma é o voto do povo!)
Sem imagem de perfil

De Pan a 26.05.2007 às 16:31

"Aqui é o meu país..."
Que semblante trará o que cantar esses versos nos nossos dias???
Somos parte ativa de uma geração que sonhou, brigou, foi às ruas, pintou a cara em nome daquilo que acreditava como um futuro mais limpo, mais digno.
Hoje sinto que há muitos corações em luto. Uma luta histórica se vê hoje em xeque, com a fulminante pergunta a bradar: "Terá valido a pena???"
Ainda que os efeitos desse mar de lama tenham me marejado os olhos, não temo por mim. Não depositei tanta esperança nesse governo pela simples descaracterização do seu programa ao longo dos anos...De 89, na primeira investida, pra cá, muita, muita coisa mudou.
Mas é bem verdade que por isso tudo eu não esperava. HONESTIDADE era o mínimo que se desejava...
Mas a vida é feita disso: de encontros, vitórias, decepções, dissabores.
Impossível é calar! Acreditar que é sempre assim, que não tem jeito! É insuportável a perda da indignação!
Estejamos atentos e fortes! Usemos as nossas armas!
Uivemos!!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.05.2007 às 16:36

Querida e linda amiga,
Não poderia deixar de colaborar com um post meu que faz parte do Fórum de Poesias o qual sou membro e que deu o maior Ibope na sala de debates:

ABC da CORRUPÇÃO

Acabar com a corrupção
E aos corruptos a devida punição
Ocupando as suas cadeiras
Com dirigentes conscientes
Que vistam a camisa brasileira
Enfiem a cara no seu devido trabalho
Ao invés de pensarem no mensalão
Envergonhando a nossa Amada Bandeira
E jogando no lixo a Nossa Nação.

Beija o chão de tua pátria
Que te acolheu
Acreditou e viveu na esperança
E agora assiste o fim de teu poder
As lágrimas escorrem
E tu repara que teu povo se arrependeu

Chega de tanta bamdalheira
Estar no poder é coisa séria
O povo esta passando fome
Vivemos verdadeira miséria
Crianças roubam para comer
Governar não é uma brincadeira.

Desviar dinheiro publico
È ato ilícito e sem perdão
Vamos colocar comida na mesa
Daquele que na rua estende a mão
Abrir frentes de trabalho onerado
Para aquele que está desempregado
Não permitindo que se transforme
Futuramente num bandido ou ladrão.

Errar é humano...
Persistir no erro é burrice
Para não errar vamos tentar acertar
Quando formos para as urnas
Pensemos bem na hora de votar
Pois pagamos por nossa idiotice
Em jogar na sorte e que tudo irá mudar
O jogo não muda e as promessas feitas
Acabam sendo esquecidas e arquivadas
E o povo que vota errado fica na mesmice.

Fazer política no Brasil
É coisa de policia
Roubam aqui e ali
E tentam esconder as pistas
Mas como nada fica escondido
Sempre terá um Roberto Jéferson
Que inconformado por estar sendo acusado
Entregará o ouro e mostrará o caminho.

Grana, é o que eles desejam
Não se importam com o povo
Falta de informação
Ou falta de memória
Não sei o que acontece
Nós insistimos em acreditar
Nesses bandidos disfarçados
Que usam terno e sabe falar

Hoje todos param para pensar
Quando tudo isto começou
E como tudo irá acabar
É acusação aqui, é perícia ali,
Um jogando a bomba na mão do outro
De medo que ela possa estourar
E se estourar a quem eles iram culpar?
Sim, porque isto não começou agora!
Temos vários governos para enumerar
No final isto irá virar uma grande salada
E não vai haver maionese e nem sal para apurar.

Inicia-se um comando para pegar este bando
De falsários, corruptos e estelionatários
Será que o jogo do empurra-empurra está acabando?
Nos depoimentos muitas denuncias estão rolando
Um se defende aqui e outro acusa ali
Mas na realidade parece que todos são culpados
Todos estão enrolados, e todos meterão à mão
E encheram as suas malas com o dinheiro do mensalão.

Já não era sem tempo deste jogo acabar
De se fazer uma limpeza e virar a mesa
Repensar tudo novamente e um novo governo começar
Acabar com a podridão e a safadeza
Que impera e que da as cartas neste jogo de azar
Agora para um bom governo se reestruturar
Ah! Sim, agora vem o segredo:
Isto dependerá muito do povo na hora de votar!

Lavar as mãos é muito fácil
Reconhecer o erro é uma virtude
Ser honesto aí tem um impasse?
Lealdade não se corrompe
Dignidade faz parte do caráter
A mentira é inimiga da verdade
A falcatrua está por toda a parte
Denunciar é preciso ter coragem
Não ter teto de vidro
E nem tropeçar nas palavras
Ser verdadeiro mesmo que o mundo desabe.

Menos de dois minutos
É o que levamos para votar
São milhares de minutos
Que podemos desperdiçar
Onde encontrar novas esperanças?
Novas soluções
Enquanto isso crescem as crianças
Nesse mundo de perdições

Na hora de votar...
Vamos fazer uma reflexão
Escolher o candidado certo
Para não elegermos ladrão
Votar é rápido e fácil
E quando ocupam a cadeira
Dela ninguém os tira
Ficam ágeis e espertos
Dedicam-se a maracutais
E esquecem o povão

Ouvimos todos os dias
No rádio e na televisão
Que estão sendo investigadas
As contas particulares
Destes corruptos em ação
Agora também a Conta do Presidente?
Será que estão desconfiados
Que ele também estava recebendo o mensalão?

Pouca vergonha esta história toda
Com isto estão envergonhando a Nação
Que os recebeu de braços abertos
E hoje são corruptos e rouba

Comentar post


Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Há quem observa com atenção, senta, e se interessa em saber quem sou.


Blog Brasileiro, do Ceará para o Mundo


Adoro ouvir o barulho da chuva batendo no telhado, tomar banho de cachoeira, observar os pássaros, cuidar de animais, conversar com pessoas, aprender, rir à toa, ouvir música e viajar.
Transito livremente no mundo dos contos, da fantasia, da intuição, e às vezes dos exageros.
Gosto de pessoas com coração e olhos de poeta.
Pisciana, com ascendente em escorpião.
Mulher de Netuno, arquétipo água: mutável, humanista, idealista, sonhadora; aparentemente passiva, mas extremamente reacionária, autoritária, insegura e adaptável.
Mãe da Fernanda e da Camilla, casada com o Fernando.
Terapeuta ocupacional, estudante de psicologia.

Image Hosted by ImageShack.us

Uma eterna peregrinação...
Programa Reviver
Jaqueline Sales


CLIQUE PARA OUVIR


Quantos me visitam...









Uma cidadã lupina no mundo e do mundo



Guest-Book
Image Hosted by ImageShack.us
Livre D'or




Nada é permanente, a não ser a mudança


Uploaded with ImageShack.us
Nascer
Crescer
Aprender
Viver
Mudar
Sofrer
Amar
Morrer
Começar tudo de novo...
Até saber quem somos e a que viemos



A vida em imagens


.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•☆ Infinita e Impermanente como a vida, são as imagens.... ☆.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•




Obrigada pela sua visita!

☆≈≈≈Cinderela, mascote dos Uivos da Loba≈≈≈☆


Jaqueline Sales Sales

Criar seu atalho