Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E SE... UMA TSUNAMI ATINGISSE A COSTA BRASILEIRA?

por Keila, a Loba, em 16.03.11



Quando liguei a televisão na sexta-feira, 11/03/2011, e vi aquela aquela montanha de água preta invadindo rapidamente os campos, acreditei que o fim do mundo estava começando no Japão.  Meu Deus, o que era aquilo?

 

Cheguei a pensar que aquelas imagens eram cenas dos filmes-catástrofes exibidos no final dos anos 70 e início dos anos 80, e foi doloroso ver pessoas sendo arrastadas dentro de seus carros como um brinquedo de criança, sendo mostradas em seus desesperos quase ao vivo, como um espetáculo mórbido e solitário de uma realidade anunciada há tempos para o Japão e até para o resto do mundo. Fiquei pensando também que os cálculos de geólogos, físicos, matemáticos, biólogos, e de demais profissionais que estudam a vida e a natureza saltou de um fim do mundo anunciado para 2050 para 2011, um ano antes das profecias maias.

 

Alguns minutos depois, entrei na internet para ver outras imagens da GloboNews, CNN, Le Monde e The New York Times para avaliar a situação. Mas era tudo real. Não era um trecho do filme 2012, tampouco era roteiro de Hollywood: o mundo dava mesmo sinais de visível cansaço e rebeldia nas terras do Japão. Mais tarde, depois que 21 países das Américas, Europa e África emitiram alertas da tsunami vinda do Japão, uma pessoa com quem troquei informações na rua me disse, em alto e bom tom, "Ainda bem que aquilo foi no Japão, do outro lado do mundo, porque aqui é um lugar abençoado. O Brasil é abençoado".

 

 

 

E eu fiquei pensando... Se a catástrofe japonesa chamou a atenção do mundo para o fato de que "aquilo" era e é real, está acontecendo mesmo, por que algumas milhares de pessoas aqui no Brasil desligaram a televisão, outras fizeram chacota dos japoneses, outras simplesmente ignoraram as imagens reais como se nada estivesse acontecendo, e outras ainda nem querem pensar sobre o que viram e/ou sobre a natureza rebelada em catástrofes e tsunamis, entre outras?

E mais: por qual motivo o Brasil não será um dia vitimado por uma catástrofe de proporções menores ou maiores como a que se viu no Japão, mas já aconteceu no Chile, na Indonésia, na Itália, no Haiti, na Polônia, na China, no México, em Portugal, nos Estados Unidos e em vários outros páises, em diferentes culturas e continentes? Será porque:

 

1- Porque o brasileiro é um povo bom e pacato.

 

2- Porque Deus resolveu proteger o Brasil em detrimento aos demais países.

 

3- Porque o Brasil é na atualidade um celeiro espiritual de almas bem intencionadas.

 

4- Porque um tsunami pode destruir todas as demais costas do mapa mundi, mas a costa brasileira, jamais.

 

5- Porque o Brasil adota políticas ambientais rigorosas e o povo as segue.

 

6- Porque o Brasil é o único país do mundo que não tem vulcões, nunca terá terremotos, furacões, tsunamis, ciclones e tempestades violentas.

 

7- Porque a costa do Brasil está protegida com um sistema de bóias com sensores que avisam alterações no nível do mar, e daria tempo evacuar todas as populações costeiras antes do tsunami chegar.

 

8- Porque ..... acabaram as minhas suposições, mas deixe a sua.

 

 

 

 

 

Pense bem:

Se a internet e os demais meios de comunicação exibem 24 horas, ao vivo e em HDTV, toneladas de apelos e anúncios de consumo, imagens de sexo, violência, pornografia, pedofilia, vício, propaganda política e governamental, etc, em que tipo de pessoa você está se transformando para que as imagens do terremoto de 8,9 Richter seguido de tsunamis com ondas de 8 a 10 metros de altura - 10 mil pessoas desaparecidas em uma única cidade portuária, vazamento da turbina de uma usina nuclear, pessoas em seus carros sendo levadas pelas águas, um terremoto que alterou em quase 10o. a inclinação da Terra - possam chamar a sua atenção?

 

Não ignoremos o fato de que:

                  Se estamos conectados com uma suposta REALIDADE que as telas da televisão, do computador e do celular nos mostram 24 horas/dia, por qual motivo        desacreditamos, ou não nos sensibilizamos, ou não queremos ver as cenas fortes e chocantes da atual tragédia no Japão?

 

Alguns amigos me disseram que ver e rever as cenas só conseguem dizer que eu gosto de sofrer, ou que estou ficando impressionada demais, por isso é bom desligar a televisão e fazer outra coisa. Acho até que os amigos tem razão em me alertar para essa possibilidade, sinal de que se preocupam comigo. Mas, desligar a televisão, o que obviamente indica que também me desliguei da realidade, não será uma forma de evitar pensar que estou com muito medo?

 

E se eu não me importar com o povo japonês, numa alusão de que trata-se de algo que aconteceu do outro lado do mundo, eu seria capaz de descobrir por qual motivo as mídias de comunicação mostram toneladas de ilusão que se tornam necessidades reais, e eu gosto delas, e vivo em conflito para tê-las - carro novo, apartamentos de luxo, dinheiro no banco, jóias, viagens e artigos caros, etc -, mas sou incapaz de pensar que o se o mundo está sofrendo grandes e profundas alterações ambientais, por qual motivo o Brasil poderá não sofrer apenas uma das tantas catástrofes naturais? Por qual motivo propaganda de consumo é tão mais forte que os desastres naturais?

 

E se Deus cansou de nós? Se Deus criou a Terra para ser o planeta que reunia as melhores condições de crescimento a bilhões de cegos como nós, e se somos incapazes de retribuir com ética, com moral, com amor e respeito para com o Pai e com a natureza, e agora Ele anuncia que está desmanchando tudo o que fez porque não valeu a pena tamanho investimento no ser humano?

 

E se eu apenas pensar e me calar para a história de todas as civilizações que já habitaram a Terra, que todas, sem exceção, ou foram brutalmente extintas pelo que provocaram à natureza, ou foram extintas por catástrofes tão ou mais poderosas como o que aconteceu ao Japão dia 11/03/2011?

 

E se algumas seitas e doutrinas como a Gnose, o Espiritismo, o Budismo e outras estiverem certas, e o fim do mundo está mais próximo do que se imagina, por qual motivo essas seitas anunciam em todos os meio de comunicação possíveis a extinção de vida na Terra para brevíssimo,  e poucos acreditam?

 

E, se eu desligar a televisão e evitar pensar na tragédia como uma situação que jamais acontecerá, não estaria contibuindo para que o governo e os políticos igualmente se calem, e assim o Brasil jamais se prepare para uma eventual catástrofe dessa natureza?

 

E se eu falar e não pensar sobre o risco de possíveis tragédias no Brasil for algo que me cegue a ponto de não ser capaz de mudar meus hábitos, de ser incapaz de reavaliar o meu consumo e da minha família, e por isso continuarei a comprar ilimitadamente, consumir ilimitadamente, usurpar da natureza ilimitadamente, cobrar do governo e dos políticos ilimitadamente o que eu não sou capaz de fazer e de mudar?

 

E se eu desligar a televisão e a internet, e evitar falar e ver a realidade dos fatos com quem quer que seja, haveria uma realidade melhor, pior ou apenas real?

 

E se a ciência e grande parte de todos os líderes mundiais já sabem que a Terra passa pelas transformações mais profundas que se tem notícia na atual humanidade, e por isso estamos em rota de extinção, mas governos e ciência não revelam ao mundo os perigos que estamos correndo se não mudarmos ONTEM, e todos morrermos sem a oportunidade de fazer alguma coisa de forma muito mais consciente pelo nosso planeta?

 

E se morrermos todos de uma grande tragédia mundial, todos de uma vez, sem registros ao vivo na CNN e qualquer outra emissora, isso alteraria ou não a realidade?

 

E se assistirmos todas as tragédias naturais e humanas por 24 horas ininterruptas e em telas de televisão, computador e celular, como fazemos na atualidade, que diferença faria uma e qualquer outra tragédia, quando o repertório de coisas ruins e a submissão a esse lixo já não permitem distinguir o que é real, o que não é real, e já nem sei quem sou e se sou?

 

Estamos apenas PENSANDO sobre o impacto de determinadas informações na nossa vida e sobre o nosso senso de realidade. Ufa! Imagina se um tsunami estivesse sendo formado agora, na costa brasileira, e essa informação estivesse sendo veiculada agora, na sua televisão!? Ou se um amigo da net enviasse um e-mail bombástico que dizia, "O Brasil está sendo invadido por uma poderosa tsunami nesse exato momento"...  O que faríamos mesmo, hein?

 

 Seja como for, não deixe de ver:

 

http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI448992-EI294,00.html

 

 

http://super.abril.com.br/ecologia/se-tsunami-atingisse-brasil-445468.shtml

  

 

http://www.gnose.org.br/conteudo/tsunami/

 

 

http://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:sdTvlPv81nMJ:files.fisica-interessante.com/est2_1_-_ciencia_e_realidade.pdf+power+point+realidade&hl=pt-BR&gl=br&pid=bl&srcid=ADGEESg6eZDFNoRik0QVFE0pdhjMfeJzpZTNHP4jYXp9s5vwjk5hjlS78eMaWALg_iJI-HMe9wyJe4Nze53VRFulPR08QqM9i4hnnKuzQDVwhZ1amDWwXsCBb31lIKBPGItRLWDSaA2K&sig=AHIEtbSIESnWpWYCY28S_-pmPW06zSSZtg&pli=1

 

 

http://comunidade.discoverybrasil.com/eve/forums/a/tpc/f/4921044/m/32910548

 

 

http://mais.uol.com.br/view/e8h4xmy8lnu8/tsunami-pode-atingir-o-brasil-alertam-cientistas-04023170C0C92366?types=A&

 

Jaqueline Sales

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00


11 comentários

Sem imagem de perfil

De amanda ly a 18.03.2011 às 00:28

fiquei pensando no que i aqui... Me identifiquei com algumas colocaçoes e acho que estamos no fim do mundo. Penso que talvez a gente nao tenha mais tempo pra fazer muita coisa.... e fico com medo....
Sem imagem de perfil

De Nana Piacente a 18.03.2011 às 01:21

Muito legal o post... adorei!!!
Sem imagem de perfil

De lobo a 20.03.2011 às 02:49

Desde que liguei a televisão e vi aquelas imagens, não consigo parar de pensar naquilo. Nunca tive tanto medo do que poderá nos acontecer como agora, depois que vi os japoneses e sua sofisticada tecnologia serem levados pelas águas de um tsunami. Se algo posterior me vem à cabeça, loba, é a certeza de que Deus está muito triste conosco. Eu também me sinto muito triste e vazio. A única forma possível de ajudar é cuidando da vida na terra. Não consigo pensar em outra coisa, senão que já nem temos muito tempo para salvar a nossa terra.
Sem imagem de perfil

De ILMANO a 22.03.2011 às 02:52

NÃO CANSO DE VER AQUILO... A COISA TA FEIA LOBA!!!
Sem imagem de perfil

De Chellot a 26.03.2011 às 11:22

Auuuuuu!!!!
Eles esquecem que temos outros tipos de tsunamis que destroem milhares de vidas no Brasil. Dizer que somos um povo abençoado e fechar os olhos para a violencia, a corrupção, a ignorância e o descaso é fazer de nós um povo abençoado? Fiquei muito comovida com o que está acontecendo no Japão, não só pelo que houve, mas pelo que pode acarretar as futuras gerações. Não devemos dar crédito a um povo ignorante, mas sim educá-los ao menos para que possam reconhecer que um desastre natural pode atingir qualquer um em qualquer lugar.
Linda, beijos doces.
Sem imagem de perfil

De O Arabe a 28.03.2011 às 20:02

Excelente post, Keila! A triste verdade é que nos estamos acostumando a considerar verdadeiras catástrofes como meras estatísticas. :( Boa semana, amiga!
Sem imagem de perfil

De Angel Cabezza a 29.03.2011 às 03:28

Nem tudo que parece realmente é.

Olho Vivo, nova crônica publicada no www.angelcabezza.blogspot.com

Passe por lá e comente, reclame, grite ou exclua de seus e-mails.

Abraços,
Angel Cabeza
Sem imagem de perfil

De Nilson Barcelli a 04.04.2011 às 20:02

Só uma pequena opinião em relação ao teu magnífico post:
Deus nunca se cansará de nós.
Pela simples razão de que, se nos criou com a capacidade do livre arbítrio, não pode alterar o curso dos acontecimentos.
Os nossos e os da Natureza...
Mas eu sou agnóstico... ainda que vá dar ao mesmo, ou seja, estamos sozinhos neste mundo...
Beijos, querida amiga.
Sem imagem de perfil

De O Arabe a 14.04.2011 às 21:04

Aguardo o novo post, Keila. Boa semana! :)
Sem imagem de perfil

De Dioneide a 16.04.2011 às 13:52

Voltei,UIva.



Reabri meu blog depois de uma longa temnporada para não mais fechar. Voltarei sempre. Vc continua linkada lá.
abraços


Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Há quem observa com atenção, senta, e se interessa em saber quem sou.


Blog Brasileiro, do Ceará para o Mundo


Adoro ouvir o barulho da chuva batendo no telhado, tomar banho de cachoeira, observar os pássaros, cuidar de animais, conversar com pessoas, aprender, rir à toa, ouvir música e viajar.
Transito livremente no mundo dos contos, da fantasia, da intuição, e às vezes dos exageros.
Gosto de pessoas com coração e olhos de poeta.
Pisciana, com ascendente em escorpião.
Mulher de Netuno, arquétipo água: mutável, humanista, idealista, sonhadora; aparentemente passiva, mas extremamente reacionária, autoritária, insegura e adaptável.
Mãe da Fernanda e da Camilla, casada com o Fernando.
Terapeuta ocupacional, estudante de psicologia.

Image Hosted by ImageShack.us

Uma eterna peregrinação...
Programa Reviver
Jaqueline Sales


CLIQUE PARA OUVIR


Quantos me visitam...









Uma cidadã lupina no mundo e do mundo



Guest-Book
Image Hosted by ImageShack.us
Livre D'or




Nada é permanente, a não ser a mudança


Uploaded with ImageShack.us
Nascer
Crescer
Aprender
Viver
Mudar
Sofrer
Amar
Morrer
Começar tudo de novo...
Até saber quem somos e a que viemos



A vida em imagens


.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•☆ Infinita e Impermanente como a vida, são as imagens.... ☆.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•




Obrigada pela sua visita!

☆≈≈≈Cinderela, mascote dos Uivos da Loba≈≈≈☆


Jaqueline Sales Sales

Criar seu atalho