Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para onde irão nossas almas depois da morte?

por Keila, a Loba, em 10.10.06

                 

Devo dizer-lhes que não sei como pôr as gifs que tanto gosto nos posts; e essa dificuldade na compreensão das coisas aconteceu após a migração para as novas contas do Sapo, eis por qual motivo os posts estão assim, sem graça.

Se alguém souber, por favor, tenha dó dessa pobre Loba!

              Quando pequena eu gostava de pegar, sem premissão, os livros que minha mãe lia e  os escondia na roupa,  para que não fosse flagrada portando o objeto literário. Depois de me apropriar indevidamente, corria para o quarto, trancava a porta e ficava horas lendo atentamente aquele conteúdo tido por "Impróprio para crianças!", pois as leituras preferidas da Dona Ruth falavam de filosofia, misticismo, religião e mistérios antigos. 

 

                    Um dia minha mãe chegou em casa com um livro embrulhado na sacola e o deixou em cima da mesa, pois estava acompanhada da prima carioca Ágata, que era espírita, e as duas passavam horas conversando sobre os dogmas e rituais praticados pela doutrina espírita, assunto que muito interessava a todos, especialmente a uma menina de 7 anos que adorava pegar livros proibidos para ler, mas também se deliciava ouvindo as histórias da Dona Ágata às escondidas. Ah, como eram bons aqueles tempos!

 

                    Com medo de ser pega em flagrante, optei por não pegar o livro e levá-lo ao quarto, mas fui incitada a desembrulhá-lo e ver o título, "Memórias de um suicida", algo que me fez gelar de contentamento e danação. Escondida atrás da porta como um fantasma, eu ouvia atentamente as explicações sobre os portais da morte, e observei que minha mãe ouvia com atenção as explicações sobre as almas que se suicidam sem que a morte as tenha cortejado e possuído de forma natural.  Lembro-me de ter ficado com medo quando a Dona Ágata, eufórica, comentava que uma horde de fantasmas suicidas acompanha os que pensam, os que praticam e os que convivem com os suicidas.

 

                    Depois de ter aceitado a aparente condição de alma vazia do meu irmão, quando estamos todos aflitos, temerosos de que ele tente diminuir a sua estrada de vida, ocorreu-me filosofar sobre uma pergunta milenar; talvez a pergunta que minha mãe buscava com insistência a resposta naqueles livros, "Onde repousarão as almas dos mortos?"

 

                   Comentando aqui um texto da Fraternidade Branca, livro "Haja Luz!", onde tece fervorosos comentários sobre o pós-mortem, achei super interessante o fato de que, para eles, o espírito é doutrinado antes da morte se concretizar na Terra, de forma que há um uma preparação antecipada que informa a proximidade da partida. Acredito nisso, pois quem conviveu com alguém próximo da morte percebeu questionamentos emocionais pungentes na fala, assim como dever ter se sensibilizado com as "despedidas" junto à família, aos amigos e até mesmo o apego excessivo com plantas e animais desfeitos sem aparentes razões de ser.

 

                   Para a Fraternidade Branca, a morte é precedida da abertura dos portais minutos antes da partida propriamente dita. Então abre-se o grande  portal por onde passará a recém-morrida alma e, no mesmo instante, fecha-se o portal daquela vida, cujo último alento do sopro divino é captado pelo Mestre Maja Chohan, o Espírito Santo. Imediatamente a alma é recebida a apresentada ao/s seu/s padrinho/s, e este/s o conduz/em ao grande salão dos Senhores do Karma para a avaliação, aceitação e sentença daquela vida, um ritual que mostrará na tela cósmica universal os feitos daquela alma. Nesse momento a presença do/s padrinho/s é importante, pois a leitura dos Senhores do Karma não contemporiza ninguém, eis por qual motivo são temidos. A vida daquele que foi vivo, há segundos de lampejos cósmicos atrás, é vista como projetada em uma grande tela, cena por cena, e os Senhores argumentam as oportunidades dadas, também as perdidas, e mostram o bem realizado, assim como o mal praticado.

 

                  Algo que me deixou interessadíssima diz respeito aos reinos animal, vegetal, mineral e humano, pois "Infelizes os que maltratam os animais em vida".Para os que crêem, um representante desse reino também é um dos Senhores do Karma, e há duras e inexoráveis penas para redimir uma alma que maltrata com perversidade os filhos de Deus. Sim, FILHOS DE DEUS, pois os animais e os vegetais têm vida, e vida é anima, e anima e animus é ALMA!

                
                  Uma vez estando na presença dos Senhores do Karma, e observados todos os detalhes daquela vida enquanto humano/a, é lida a sentença que, por fim, encaminhará a alma a um lugar para descanso. Ali alguns espíritos-enfermeiros ambalam aquela alma para que sejam revigoradas as suas energias, pois o próximo passo para ter a oportunidade de habitar a Terra, objetivando redimir as falhas e favorecer o crescimento espiritual,  é aprender, é fazer parte de um intensivo naquelas que foram as maiores falhas e defeitos em vida.

                
                  Para quem não acredita na vida espiritual, diz o espiritismo que ao receber o lampejo da morte, se o indivíduo se nega a acompanhar e compor a luz, invariavelmente será tragado pelo túnel escuro e que o conduzirá a um lugar de encontro com alguém especial. Esse "alguém" provavelmente mostrará cenas da vida, dirá coisas sobre por que deverá ir, ou se haverá oportunidade de ficar por mais algum tempo... E se esse espírito se rebelar contra o fato de que não mais é portador da vida e habita, agora, a morada dos mortos, sua alma viajará a lugares inferiores e habitados por seres igualmente rebelados, todos de uma mesma frequência, e perderá a rara oportunidade de preparar-se para encarnar um dia.

              
                  Há outras formas ritualísticas na concepção da morte, mas considero crer que o nada nos espera no pós-mortem a pior das crenças. O nada embriaga a mente, invade a alma, e essa crença transpõe os portais de tal forma que o nada é provavelmente o que restará após uma vida inteira. Dizem os tibetanos que a mente rege a nossa vida, que o maior dos desafios humanos é acalmar a mente, doma-la, para que silencie e sejamos capazes de encontrar o ser essencial perdido na interioridade de uma vida corrida e cheia de bobagens a que nos acostumamos.

       
                  Creio nisso, pois pessoas que sobreviveram a grandes catástrofes nos contam a experiência numinosa que tiveram frente ao sofrimento e à dor da perda. Descobriram que suas crenças anteriores o conduziram à única oportunidade de retomarem suas vidas, redefini-las, e foi preciso um grande acontecimento, algo capaz de sacudir valores e formações tidas por inalteraveis para que os novos caminhos fossem erguidos; e assim a humanidade cósmica, de alguma forma, pudesse ser curada no seu micro de vida.

       

      


                 BeijUivooooooooooooooooooosssssssss da Loba

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:06


30 comentários

Sem imagem de perfil

De Pietro a 10.10.2006 às 03:53

Amiga, voce me proporcionou uma leitura indescritível. Jamais havia lido nada sobre a fraternidade branca por considera-la sem fundamentação alguma, mas depois do que li aqui eu vou pesquisar, e vou querer saber um pouco mais.

Se entendi bem, seu irmão está doente, e essa doença propocionou toda essa exposição de crenças. Desculpe, mas o sofrimento nos permite sentir e falar tanta coisa!

Estarei por aqui....
Sem imagem de perfil

De NADJA a 10.10.2006 às 15:03

O DIA ESTÁ COMEÇANDO...
PREPARA-SE PARA QUE ELE SEJA O MAIS
PRÓXIMO DO DIA IDEAL PARA VOCÊ...
ENCHA SEU CORAÇÃO DE ESPERANÇA E COLOQUE O BRILHO DA CONFIANÇA NO OLHAR
NÃO PERCA UM SÓ SEGUNDO DO DIA QUE INICIA!
DEUS O PREPAROU PARA QUE VOCE SEJA MUITO FELIZ!
Tenha um dia muito alegre e produtivo
NO KITUTES TEM MAIOR FESTINHA VAI LÁ
http://kitutesdamamae.blogger.com.br/
ótima semaninha!!!!!!!!!!!!!
________*bjo*bjo*____*bjo*bjo*___
_______*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*___
_____*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*__
__*bjo*bjo*____*bjo*bjo*bjo*____*bjo*bjo*__
_____*bjo*bjo*_adoro vc____*bjo*bjo*___
_______*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*___
__________*bjo*bjo*bjo*bjo*bjo*__
_____________*bjo*bjo*bjo*___

Sem imagem de perfil

De Iara a 10.10.2006 às 16:28

Não resistir a um comentário seu no outro blog e aqui estou. Me vendo frente a frente a uma assunto polemico mas muito conhecido para mim pois sou espirita ha quase 17 anos. Sendo que somos pessoas individuais o desencarne não segue "normas" . Cada seguindo a sua evolução enfrenta este momento diferente de cada pessoa. E isso se diz o mesmo dos suicidas. Quem além de Deus e o proprio poderá dizer com certeza o que levou a dar fim na sua vida? Quem se suicida assume a responsabilidade de seu ato, é claro! Mas ha também que contar tudo que o cerca. Perguntas são feitas, O que olevou ao suicido? será que alguem ou alguma coisa o levou a isso? Ou seja não é visto apenas o ato mais tudo que o cerca este momento. Deus é de amor soberado um amoo muito dificil de o homem sequer imaginar, ao homem sempre é dado oportunidades e portas para serem abertas. O desencarne nada mais é que a morte do corpo fisico e a sobrevivencia da alma a mesma que segue conosco durante toda vida ou seja pela eternidade.
Amiga gostei imensamente do seu texto e da oportunidade de outras pessoas como eu analisar e colocar suas ideias. Obrigado tá?
Beijos
Sem imagem de perfil

De deusa da lua a 10.10.2006 às 18:55

Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo...
(Carlos Drummond de Andrade)
Sem imagem de perfil

De Márcia(clarinha) a 10.10.2006 às 19:30

Querida mana, sinto muito pelo que está passando mas saiba que nada dura para sempre.Obrigada por tudo que me proporcionou lendo esse belo texto ao som de Rauzito. Complexo entendimento sobre vida/morte/escolhas/caminhos. Lindos sejam seus dias flor e não desanime, te amo! beijosssss
Sem imagem de perfil

De DO a 10.10.2006 às 20:32

Eu simplesmente viajo com estas coisas,estas info,sabe LOBA.
Minha curiosidade fica toda atiçada,heheheh
Beijos!
Sem imagem de perfil

De Ana a 10.10.2006 às 21:19

Você pode se lamentar pelo que não conquistou,
pelo que acha que perdeu, pelo que deixou de ter,
e assim, derrotar-se antes mesmo da luta começar.
Mas, também pode se reerguer agora mesmo,
carregar o teu sonho com a alma, e nele colocar Deus,
e através da persistência,da perseverança e da fé,
vencer a si mesmo, o seu medo, a frustração,
e conquistar até o que nem sonhou,
para poder dizer com orgulho:
"tudo posso, Naquele que me fortalece".
Amiga fiquei preocupada com o teu irmão ,espero que ele esteja a resistir vou fazer força para que tal aconteça,depois dá me noticias ,vou ficar a espera.
Deixo-te um beijo e que n percas a esperança e pro teu irmão um beijo pra que n desista que lute...
Sem imagem de perfil

De lucia mi a 10.10.2006 às 21:28

Poxa, estou me sentindo cheia de sapiência, depois desta maravilhosa leitura e de tanto esclarecimentos.
Obrigada por estar na minha vida com este doce afeto minha irmanzinha, como vc me chama.
Uma linda semana e ainda assim e assim...
Meu upa super real-sinta!
Sem imagem de perfil

De Paula a 11.10.2006 às 13:57

Oi minha linda, gostei muito desse texto sobre os suicidas, quando o seu irmão melhorar (e ele vai melhorar) vc pode comentar sobre esse texto com ele.... Amiga vim aqui te desejar forças nessa hora tão difícil e convidar vc para comer um pedacinho de bolo lá no meu blog, e comemorar comigo o meu aniversário... Beijos amada, fique com Deus!!
Sem imagem de perfil

De Zé Carlos a 11.10.2006 às 19:01

Oi Loba.... depois de abandonado por você, vim lhe trazer um forte abraço e um beijo, seu amigo, ZC**

Comentar post


Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2005
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D



Há quem observa com atenção, senta, e se interessa em saber quem sou.


Blog Brasileiro, do Ceará para o Mundo


Adoro ouvir o barulho da chuva batendo no telhado, tomar banho de cachoeira, observar os pássaros, cuidar de animais, conversar com pessoas, aprender, rir à toa, ouvir música e viajar.
Transito livremente no mundo dos contos, da fantasia, da intuição, e às vezes dos exageros.
Gosto de pessoas com coração e olhos de poeta.
Pisciana, com ascendente em escorpião.
Mulher de Netuno, arquétipo água: mutável, humanista, idealista, sonhadora; aparentemente passiva, mas extremamente reacionária, autoritária, insegura e adaptável.
Mãe da Fernanda e da Camilla, casada com o Fernando.
Terapeuta ocupacional, estudante de psicologia.

Image Hosted by ImageShack.us

Uma eterna peregrinação...
Programa Reviver
Jaqueline Sales


CLIQUE PARA OUVIR


Quantos me visitam...









Uma cidadã lupina no mundo e do mundo



Guest-Book
Image Hosted by ImageShack.us
Livre D'or




Nada é permanente, a não ser a mudança


Uploaded with ImageShack.us
Nascer
Crescer
Aprender
Viver
Mudar
Sofrer
Amar
Morrer
Começar tudo de novo...
Até saber quem somos e a que viemos



A vida em imagens


.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•☆ Infinita e Impermanente como a vida, são as imagens.... ☆.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•




Obrigada pela sua visita!

☆≈≈≈Cinderela, mascote dos Uivos da Loba≈≈≈☆


Jaqueline Sales Sales

Criar seu atalho