Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



SOBRE A VIDA

por Keila, a Loba, em 11.06.09


 

Image Hosted by ImageShack.us


Amigos, estou tal e qual o homem que tenta ver a vida do alto de uma colina: ansiosa, um pouco confusa, mas tentando ver um sentido, uma luz, visualizar um novo caminho na vida, quem sabe.

No início dessa semana, estive conversando longamente com um amigo, e ele me disse em tom sério, “Sabe, o seu grande mal é sonhar demais”. E eu concordei. Demoramos mais alguns minutos trocando idéias, mas as suas palavras não me saíam da cabeça – sonhadora demais.

Nos despedimos. Fui para casa pensando em como eu devo incomodar as pessoas por acreditar no que sou capaz, de como ainda é possível..., na possibilidade de reunir potenciais para fazer acontecer, em fazer diferente... clichês que a gente lança mão sempre que se vê “aperreada” em função da opinião alheia. Pensei tanto, que cheguei em casa com dor de cabeça
.
À noite, enquanto dormia, sonhei com meus pais sorrindo, me abraçando, e me dizendo que eu precisava tomar os remédios o mais rapidamente possível. No sonho, minha mãe segurava firme a colher, com uma dose de remédio, e me dizia que já havia passado alguns minutos do horário da medicação. Eu, sem compreender a preocupação excessiva da minha mãe, perguntei, por fim, a indicação daquele remédio. Firme, e olhando nos meus olhos, “mainha” me disse: “É pra você crescer, minha filha”.

Amigos, peço desculpas pelas visitas sem retorno, pelo silêncio e pela ausência. Estou quase voltando, amigos. Mais só um pouquinho.... estou voltando.



Três pessoas que passavam em uma pequena caravana, observaram um homem contemplando o entardecer do alto de uma montanha, de onde se via o Deserto do Saara.


Image Hosted by ImageShack.us


“Deve ser um pastor que perdeu uma ovelha, e procura saber onde está”, disse o primeiro homem.

“Não, não creio que esteja procurando algo, muito menos na hora do pôr-do-sol, onde a vista fica confusa. Acho que espera um amigo”, disse o segundo.

“Garanto que é um homem santo, e procura a iluminação”, comentou o terceiro.


Começaram a comentar o que o tal homem fazia, e tanto se empenharam na discussão que quase terminaram brigando. Finalmente, para resolver quem tinha razão, decidiram subir a montanha e ir até o homem.

“O senhor está procurando sua ovelha?”, perguntou o primeiro.

“Não, não tenho rebanho”.

“Então, com certeza, espera alguém”, afirmou o segundo.

“Sou um homem solitário, que vive no deserto”, foi a resposta.

“Por viver no deserto, e na solidão, devemos acreditar que é um santo, em busca de Deus, e está meditando!”, disse, contente, o terceiro homem.

“Será que tudo na Terra precisa ter uma explicação? Pois então, eu explico: estou aqui apenas olhando o pôr-do-sol. Isso não basta para dar um sentido às nossas vidas?”

Paulo Coelho

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:32


39 comentários

Sem imagem de perfil

De Luma a 15.06.2009 às 02:17

Não vejo maol nenhum que sonhe, contanto que veja também a realidade. Sem sonhos nos tornamos pessoas amargas. Vê aí se esse seu amigo não é uma dessas pessoas. O sonho foi apenas autosugestão; dormiu preocupada com isso. Não se preocupe, te acho madura, já enfrentou tanta barra, cresce não! A vida fica chata!! ;) Beijus

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D